Última hora

Em leitura:

Venezuela: protesto anti-Maduro bloqueia as principais estradas do país


Venezuela

Venezuela: protesto anti-Maduro bloqueia as principais estradas do país

Milhares de venezuelanos bloquearam as principais estradas do país, segunda-feira, para exigir a saída do presidente. Manifestações feitas mesmo depois de Nicolás Maduro ter apelado ao diálogo, após três semanas de protestos violentos onde morreram 21 pessoas.

Ao contrário de algumas mobilizações anteriores, este bloqueio ocorreu de forma pacífica.

“Estamos cansados, os jovens estão a sair do país, não há futuro aqui. Não queremos mais violência, mais gente morta por causa deste regime, que é um regime criminoso. Queremos sair disto. A única forma que temos para colocar um ponto final nisto tudo é protestar pacificamente na rua,” afirmou uma das participantes nos bloqueios.

Apesar da forma pacífica como aconteceram os bloqueios, registaram-se confrontos nas ruas de Caracas.

No domingo, o Presidente venezuelano tinha defendido a realização das eleições de governadores, que deviam ter acontecido no ano passado, e reiterou o convite à oposição para um diálogo.

Maduro pediu ao papa Francisco para que “continue a acompanhar” as conversações e acusou a aliança da oposição, Mesa para a União Democrática, de querer lançar a Venezuela “por um barranco”.

Presidenciais França: Marine Le Pen deixa liderança do partido Frente Nacional para ser "Presidente de todos os franceses"

França

Presidenciais França: Marine Le Pen deixa liderança do partido Frente Nacional para ser "Presidente de todos os franceses"