Última hora

Última hora

Assalto inédito no Paraguai

Um assalto a uma empresa de valores pode ser o maior da história do Paraguai. As suspeitas recaem sobre um grupo brasileiro.

Em leitura:

Assalto inédito no Paraguai

Tamanho do texto Aa Aa

Um cenário de guerra, o assalto de 3 horas esta madrugada em Ciudad del Este, no Paraguai e fronteira com o Brasil.

Dezenas de homens invadiram e demoliram o edifício de uma empresa de valores, explodiram cofres e roubaram cerca de 35 milhões de euros.

Segundo Marcelo Saldivar, advogado da empresa, os protocolos de segurança foram cumpridos e não há indício de nenhum incumprimento por parte da companhia.

As suspeitas recaem sobre o Primeiro Comando da Capital, esquadrão criminoso brasileiro que controla o tráfico nas prisões em São Paulo e na chamada Tríplice Fronteira, entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Na fuga, os assaltantes abateram um elemento do Grupo Especial de Operações da polícia paraguaia, dispararam metralhadoras e explodiram veículos à distância para impedir a perseguição.

O PCC foi responsável por um ataque similar em Fevereiro, em Pernambuco, Brasil, a uma outra empresa de valores.

Este já é chamado o maior assalto na história do Paraguai.

A Polícia Federal do Brasil está a cooperar com o Paraguai na perseguição aos assaltantes e já há novos desenvolvimentos com mais incidentes em território brasileiro.