Última hora

Em leitura:

Útero artificial é esperança para bebés prematuros


EUA

Útero artificial é esperança para bebés prematuros

Cientistas norte-americanos desenvolveram um envólucro em formato de útero e cheio de fluido que pode significar a diferença entre a morte e a sobrevivência para bebés muito prematuros.

Em ensaios clínicos com cordeiros, os cientistas conseguiram emular o ambiente uterino e as funções da placenta, o que permitiu a crias prematuras concluir a formação dos pulmões e outros órgãos vitais. O estudo foi publicado na revista Nature Communications e representa uma esperança para bebés muito prematuros.

Um bebé humano é considerado prematuro se nascer antes das 37 semanas de gestação e prematuro crítico se o fizer antes das 26 semanas.
Transpor este dispositivo para bebés prematuros críticos, mantendo-os aí até à 28a semana de “gestação”, permitiria fazer cair a taxa de mortalidade de 90% para menos de 10% e o risco de sequelas de 90% para 30%, segundo um dos autores do estudo.

Cerca de 30 mil prematuros críticos nascem nos Estados Unidos anualmente.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Espanha

Guernica 80 anos depois