Última hora

Em leitura:

Orbán e Soros numa competição de lóbi em Bruxelas


A redação de Bruxelas

Orbán e Soros numa competição de lóbi em Bruxelas

O magnata liberal norte-americano de origem húngara, George Soros, reuniu-se com o presidente da Comissão Europeia, esta quinta-feira, em Bruxelas, um dia depois dessa instituição ter aberto um procedimento de infração contra a Hungria.

Em causa está a nova lei sobre o Ensino Superior que poderá afetar o funcionamento da Universidade da Europa Central, em Budapeste, financiada por Soros, e que o executivo europeu considerou violar os valores da União Europeia.

Arqui-inimigo de Soros, o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, disse que “há um grande poder exercido aqui por uma grande organização”.

“Não é meu dever tornar mais claras as relações que a União Europeia tem com essas organizações, mas posso dizer que estão aqui centenas de pessoas que são, de uma maneira ou de outra, parte dessa rede. Cabe às instituições europeias investigar a situação, mas estou certo de que precisamos de conversar sobre isto”, acrescentou, durante uma conferência de imprensa.

As acusações de Orbán sobre a capacidade de lóbi da organização de Soros foram feitas depois do líder húngaro ter discursado no Parlamento Europeu, quarta-feira.

O primeiro-ministro insistiu que a nova lei sobre Ensino Superior visa criar maior equidade entre universidades e que nenhuma vai encerrar.