This content is not available in your region

EUA: Arcansas executa 4 prisioneiros em 8 dias

Access to the comments Comentários
De  Miguel Roque Dias  com Reuters
EUA: Arcansas executa 4 prisioneiros em 8 dias

<p>O estado norte-americano do Arcansas executou, esta quinta-feira, o quarto prisioneiro em oito dias.</p> <p>Kenneth Williams, de 38 anos, foi executado por injeção letal. O homem foi condenado à pena de morte após ter sido considerado culpado pelo assassinato de duas pessoas. O duplo homicídio ocorreu depois de Williams ter fugido do cárcere, onde estava a cumprir uma pena de prisão perpétua por ter assassinado uma colegial.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Arkansas is nearing its fourth execution in about a week. More on its unprecedented schedule: <a href="https://t.co/ouyi0F2T7A">https://t.co/ouyi0F2T7A</a> <a href="https://t.co/ozjzJBAi3n">pic.twitter.com/ozjzJBAi3n</a></p>— Reuters Top News (@Reuters) <a href="https://twitter.com/Reuters/status/857685151211507712">April 27, 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Estas são as primeiras execuções em 12 anos no Arcansas. Kenneth Williams está incluído num grupo de oito prisioneiros que o estado pretendia executar até ao final de abril.</p> <p>Quatro dessas execuções foram suspensas por vários tribunais.</p> <p>Segundo a Reuters, o prazo apertado para um número tão elevado de execuções é justificado pelo facto de a droga utilizada, o midazolam, expirar no final do mês.</p> <p>O Arcansas reinstaurou a pena capital em 1976.</p> <p><em>Com: Reuters</em></p>