Última hora

Venezuelanos choram vítimas antes de vaga de protestos contra Nicolas Maduro

Centenas de pessoas reuniram-se, na noite de sábado, em Caracas numa vigília em momória das 28 pessoas que morreram, desde início de abril, nos confrontos entre as forças de segurança e os manifestant

Em leitura:

Venezuelanos choram vítimas antes de vaga de protestos contra Nicolas Maduro

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas reuniram-se, na noite de sábado, em Caracas numa vigília em momória das 28 pessoas que morreram, desde início de abril, nos confrontos entre as forças de segurança e os manifestantes anti-governo de Nicolas Maduro.

Com mais de 1300 pessoas detidas, os manifestantes querem mudanças na Venezuela.

“Vim aqui para protestar e homenagear os jovens e as pessoas que deram as suas vidas por uma Venezuela melhor, uma Venezuela na qual nós, enquanto estudantes, queremos trabalhar para fazê-la crescer. Este Governo não nos está a deixar fazer isso, não nos dá condições para o desenvolvimento. Eles estão a matar-nos, por isso, estamos aqui para iniciarmos uma mudança”, afirma o estudante, Gustavo Lander.

Horas antes, a oposição venezuelana convocou uma nova vaga de protestos para segunda-feira, 1.º de maio.

Os contestatários esperam um protesto massivo, em todo o país, contra o que dizem ser uma ditadura e para reivindicar eleições e um novo Supremo Tribunal.