Última hora

Última hora

Venezuelanos choram vítimas antes de vaga de protestos contra Nicolas Maduro

Em leitura:

Venezuelanos choram vítimas antes de vaga de protestos contra Nicolas Maduro

Venezuelanos choram vítimas antes de vaga de protestos contra Nicolas Maduro
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas reuniram-se, na noite de sábado, em Caracas numa vigília em momória das 28 pessoas que morreram, desde início de abril, nos confrontos entre as forças de segurança e os manifestantes anti-governo de Nicolas Maduro.

Com mais de 1300 pessoas detidas, os manifestantes querem mudanças na Venezuela.

“Vim aqui para protestar e homenagear os jovens e as pessoas que deram as suas vidas por uma Venezuela melhor, uma Venezuela na qual nós, enquanto estudantes, queremos trabalhar para fazê-la crescer. Este Governo não nos está a deixar fazer isso, não nos dá condições para o desenvolvimento. Eles estão a matar-nos, por isso, estamos aqui para iniciarmos uma mudança”, afirma o estudante, Gustavo Lander.

Horas antes, a oposição venezuelana convocou uma nova vaga de protestos para segunda-feira, 1.º de maio.

Os contestatários esperam um protesto massivo, em todo o país, contra o que dizem ser uma ditadura e para reivindicar eleições e um novo Supremo Tribunal.