Última hora

Em leitura:

Itália: Matteo Renzi recupera liderança do PD


Itália

Itália: Matteo Renzi recupera liderança do PD

Matteo Renzi deu o primeiro passo na direção do regresso à chefia do governo italiano.

O ex-primeiro-ministro reconquistou o cargo de secretário-geral do Partido Democrático (PD), ao vencer as primárias da formação com cerca de 70 por cento dos votos, arrasando os rivais, o ministro da Justiça Andrea Orlando e o governador de Puglia Michele Emiliano.

De regresso à liderança do partido, Renzi está agora de olhos postos no posto de primeiro-ministro, que ocupava há 5 meses. As eleições gerais em Itália estão previstas para maio de 2018 e o Partido Democrático, no poder, precisa de reconquistar o terreno perdido para o Movimento 5 Estrelas, eurocético e atualmente em vantagem nas sondages.

Renzi demitiu-se em dezembro da chefia do governo, depois da maioria dos eleitores italianos ter rejeitado em referendo a reforma constitucional promovida pelo ex-primeiro-ministro. A decisão de deixar também a chefia do Partido Democrático foi feita em fevereiro, abrindo a via às primárias que reforçaram agora a sua liderança.

Coreia do Norte: Trump apela a aliados asiáticos para reforçar pressão e não descarta ação militar

EUA

Coreia do Norte: Trump apela a aliados asiáticos para reforçar pressão e não descarta ação militar