Última hora

Tony Blair admite regresso à política devido ao "Brexit"

Antigo primeiro-ministro do Reino Unido -- o último trabalhista -- mostra-se preocupado pelo futuro económico dos britânicos após o divórcio com a UE e admite ajudar a esclarecer os eleitores.

Em leitura:

Tony Blair admite regresso à política devido ao "Brexit"

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo primeiro ministro britânico Tony Blair está a ponderar regressar à política e envolver-se de forma direta no debate em torno da saída do Reino Unido da união Europeia.

Vinte anos após ter sido eleito para liderar o governo britânico, o antigo líder Trabalhista diz ser preciso agora “sujar as mãos” e, em entrevista ao jornal Daily Mirror, promete suja-las devido à preocupação pelo futuro económico dos britânicos após a saída do mercado único.

Com eleições marcadas para oito de junho, Tony Blair garante não estar a ponderar candidatar-se a qualquer cargo parlamentar.

O antigo primeiro-ministro diz-se apenas motivado para entrar no debate eleitoral porque há conservadores interessados em concluir a qualquer custo o chamado “Brexit”. Ao mesmo tempo, o atual líder dos Trabalhistas, Jeremy Corbyn, tem sido criticado por não estar a conseguir unir a oposição.