Última hora

Em leitura:

Funcionário da ONU sequestrado na Colômbia


Colômbia

Funcionário da ONU sequestrado na Colômbia

Um membro de uma equipa das Nações Unidas, que estava a trabalhar num projeto de substituição das culturas de coca em projetos de agricultura legais foi sequestrado por rebeldes dissidentes das FARC, que rejeitam o processo de paz. A informação foi avançada pela ONU.

As plantações de coca foram, durante muito tempo, a principal fonte de receita das FARC:

“O funcionário estava a trabalhar numa ação relativa ao programa de substituição de culturas ilícitas. Estava com empregados do governo local num encontro onde estavam cerca de 400 pessoas, em Barranquillita de Guaviare, foi sequestrado depois do encontro”, adiantou Rafael Pardo, alto-responsável para o pós-conflito, do governo colombiano.

O sequestro de Arley Lopez, de nacionalidade colombiana, acontece depois de representantes do Conselho de Segurança da ONU se terem deslocado ao país para discutir o acordo de paz, assinado no final do ano passado, com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia para acabar com mais de cinco décadas de conflito.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Israel

Trump prepara-se para as primeiras deslocações oficiais ao estrangeiro