Última hora

Em leitura:

Negociador da UE alerta Londres para consequências negativas do 'Brexit'


Reino Unido

Negociador da UE alerta Londres para consequências negativas do 'Brexit'

A União Europeia (UE) alertou, esta sexta-feira, o Reino Unido para o que considera ser, “as inevitáveis consequências negativas” do ‘Brexit’.

A questão dominou a conferência anual, em Florença, em Itália, dedicada a debater o estado da União.

Para o responsável europeu das negociações, o francês Michel Barnier, as consequências negativas da saída da UE, são “o resultado da escolha dos britânicos”.

O negociador recordou igualmente as prioridades de Bruxelas para as discussões que deverão iniciar-se, à partida, antes do Verão.

“O Conselho Europeu decidiu que preservar os direitos dos cidadãos da UE e das suas famílias vai ser uma prioridade. O nível de proteção sob a legislação europeia não pode ser revisto. O ‘Brexit’ não deverá alterar o dia-a-dia destas pessoas. A UE exige garantias claras como água de que os direitos vão ser respeitados. O Tribunal Europeu de Justiça vai desempenhar o seu papel”, garantiu Barnier.

O responsável voltou igualmente a rejeitar qualquer possibilidade de Londres manter-se no mercado comum, “indivisível”, segundo ele, “da liberdade de circulação”.

A conferência serviu igualmente para alguns responsáveis europeus responderem aos recentes ataques de Londres.

O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, reagiu às declarações de Theresa May, garantindo que Bruxelas, não quer interferir nas eleições britânicas de Junho.