Última hora

Em leitura:

Negociador da UE alerta Londres para consequências negativas do 'Brexit'


Reino Unido

Negociador da UE alerta Londres para consequências negativas do 'Brexit'

A União Europeia (UE) alertou, esta sexta-feira, o Reino Unido para o que considera ser, “as inevitáveis consequências negativas” do ‘Brexit’.

A questão dominou a conferência anual, em Florença, em Itália, dedicada a debater o estado da União.

Para o responsável europeu das negociações, o francês Michel Barnier, as consequências negativas da saída da UE, são “o resultado da escolha dos britânicos”.

O negociador recordou igualmente as prioridades de Bruxelas para as discussões que deverão iniciar-se, à partida, antes do Verão.

“O Conselho Europeu decidiu que preservar os direitos dos cidadãos da UE e das suas famílias vai ser uma prioridade. O nível de proteção sob a legislação europeia não pode ser revisto. O ‘Brexit’ não deverá alterar o dia-a-dia destas pessoas. A UE exige garantias claras como água de que os direitos vão ser respeitados. O Tribunal Europeu de Justiça vai desempenhar o seu papel”, garantiu Barnier.

O responsável voltou igualmente a rejeitar qualquer possibilidade de Londres manter-se no mercado comum, “indivisível”, segundo ele, “da liberdade de circulação”.

A conferência serviu igualmente para alguns responsáveis europeus responderem aos recentes ataques de Londres.

O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, reagiu às declarações de Theresa May, garantindo que Bruxelas, não quer interferir nas eleições britânicas de Junho.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Argélia

Partido de Bouteflika mantém o poder