Última hora

Em leitura:

Rouhani reage a críticas de conservadores


Irão

Rouhani reage a críticas de conservadores

Com EFE

Os vários candidatos conservadores às presidenciais no Irão acusaram o presidente Hassan Rouhani de não ter feito nada para o crescimento económico do país, depois do acordo sobre a energia nuclear assinado com as grandes potências mundiais.

Às acusações do clérigo Ebrahim Raisi e dos outros candidatos conservadores, neste debate presidencial, Rouhani respondeu que o povo vai ter de escolher entre um governo totalitário ou um que promova as liberdades.

O presidente, eleito por larga maioria há quatro anos, é candidato à reeleição no dia 19 de maio. Rouhani é considerado um moderado. Entre os mais conservadores, além de Raisi, está o antigo ministro da cultura Mostafa Mirsalim.

O Conselho dos Guardiães, órgão que garante a aplicação dos princípios da Revolução Islâmica, rejeitou a candidatura do ex-presidente Mahmud Ahmadinejad e reteve apenas seis candidatos para estas eleições.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

República Checa

PM checo volta atrás com demissão