Última hora

Última hora

Putin pede investigação a "rumores" sobre repressão de homossexuais na Chechénia

Vladimir Putin cede à pressão internacional ao anunciar que vai pedir uma investigação às denúncias de casos de repressão de homossexuais na república da…

Em leitura:

Putin pede investigação a "rumores" sobre repressão de homossexuais na Chechénia

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin cede à pressão internacional ao anunciar que vai pedir uma investigação às denúncias de casos de repressão de homossexuais na república da Chechénia.

O presidente russo anunciou que a provedora dos direitos humanos e o ministério do Interior vão verificar os alegados abusos.

Putin referiu-se, no entanto, ao que considera serem, “rumores sobre a situação de pessoas de orientação não tradicional”.

A proposta de Moscovo passa pela criação de um grupo de trabalho para receber queixas de pessoas afetadas, baseado, no entanto, fora da república do Cáucaso.

Segundo uma investigação do jornal de oposição russo Novaya Gazeta, as autoridades da Chechénia teriam sequestrado vários homossexuais numa prisão nos arredores de Grozny, submetendo-os a torturas com choques elétricos e violência física.

O jornal afirma que as ordens viriam da cúpula do poder checheno e teriam por objetivo impedir a realização de marchas do “orgulho gay” no território.

O líder checheno Ramzan Kadyrov, afirmou estar pronto a cooperar com a investigação.

Kadyrov voltou, no entanto, a assegurar a inexistência de, segundo ele, “pessoas de orientação não tradicional” no território.

A investigação de Moscovo ocorre dias depois da Chanceler Angela Merkel ter abordado o caso durante uma visita ao presidente russo.