Última hora

Última hora

"Breves de Bruxelas": À espera das novas reformas em França

2017 é um ano com três eleições importantes e, depois da Holanda, o segundo teste foi passado com sucesso.

Em leitura:

"Breves de Bruxelas": À espera das novas reformas em França

Tamanho do texto Aa Aa

2017 é um ano com três eleições importantes e, depois da Holanda, o segundo teste foi passado com sucesso. A França será liderada por um centrista moderado, Emmanuel Macron, que derrotou Marine Le Pen.

O teste eleitoral final será na Alemanha, que espera trabalhar com um governo francês comprometido em fazer reformas, como explica o jornalista Jean Quatremer.

Bruxelas poderia ter acordado com um sorriso ou com uma ressaca, e houve muitos sorrisos por parte dos líderes da União Europeia, que enviaram os parabéns ao novo presidente eleito da França.

Mas a União Europeia não deixará de ser dura com Macron se não cumprir as suas promessas para relançar as economias da França e de toda a zona euro

Esta terça-feira celebra-se o Dia da Europa, ou de Robert Schuman, que recorda a declaração feita pelo ministro dos Negócios Estrangeiros francês que levou à criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, predecessora da União Europeia, a 9 de maio de 1950.