Última hora

Em leitura:

Mais de 100 desaparecidos em naufrágio no Mediterrâneo


Itália

Mais de 100 desaparecidos em naufrágio no Mediterrâneo

Os relatos de barcos que se afundam e de pessoas que desaparecem surgem a cada hora. Pelo menos 113 pessoas podem ter morrido num naufrágio no Mediterrâneo ao largo de Az Zawiyah, na Líbia, de acordo com o porta-voz da Organização Internacional das Migrações (OIM). Nas várias operações de socorro que decorrem nesta altura, são feitos alguns, poucos, salvamentos.

Já na manhã desta segunda-feira, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, através de porta-voz Medea Savary, falava de um caso: “a Guarda Costeira Italiana informou-nos sobre cerca de 70 pessoas que foram resgatadas de um bote insuflável e outras 70 estariam desaparecidas. Ainda estamos a tentar obter mais informação a partir dos sobreviventes. Mas desde o início do ano já morreram mais de 1150 pessoas a fazer a travessia”.

E o último fim de semana foi particularmente agitado nas águas do Mediterrâneo. Vindas da Líbia, foram resgatadas cerca de 7500 pessoas. Muitas delas foram resgatadas por embarcações de pescadores, barcos comerciais e pelas guardas costeiras italiana e Líbia.