Última hora

Em leitura:

Clima: Possível retirada dos EUA do Acordo de Paris assombra cimeira


Alemanha

Clima: Possível retirada dos EUA do Acordo de Paris assombra cimeira

A ameaça de Donald Trump de retirar os Estados Unidos da América do Acordo de Paris de 2015, para limitar o aquecimento global, assombra a Cimeira que começou esta segunda-feira, em Bona, na Alemanha.

Delegações de quase duas centenas de países vão discutir, até 18 de maio, as regras para a implementação dos cortes das emissões.

“Os Estados Unidos têm um grande papel a desempenhar para ajudar e liderar o mundo. Se se retirarem, perderemos, realmente, a capacidade de fazer isso”, afirma David N. Burns, da National Wildlife Federation.

Vários países pediram ao presidente norte-americano para manter o país no acordo global de combate às mudanças climáticas, mesmo se optar por reduzir a escala da promessa dos Estados Unidos de cortar a emissão de gases do efeito estufa.

Esta terça-feira, a Casa Branca discute o assunto.

Segundo uma fonte do Departamento de Estado, citada pela France Press, os Estados Unidos querem “assegurar que as decisões não vão prejudicar” a sua política que favorece a competitividade das empresas e o crescimento económico.

O Acordo de Paris tem como objetivo conter a subida dos termómetros a um valor “muito abaixo de 2ºC” e “prosseguir esforços para limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC” acima dos níveis pré-industriais.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

EUA

O X37B aterrou mas o segredo da missão não foi revelado