Última hora

Última hora

"Breves de Bruxelas": globalização, refugiados e nova comissária

A Comissão Europeia divulga, quinta-feira, as previsões económicas da primavera: conselhos para todos os Estados-Membros, mas especialmente para os países que, no passado, infringiram as regras em mat

Em leitura:

"Breves de Bruxelas": globalização, refugiados e nova comissária

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia divulga, quinta-feira, as previsões económicas da primavera: conselhos para todos os Estados-Membros, mas especialmente para os países que, no passado, infringiram as regras em matéria de despesa.

Portugal deverá ser um dos primeiros a abandonar a supervisão europeia conhecida como procedimento por défice excessivo, e espera-se que a França e a Espanha sejam os seguintes.

Enquanto isso, a União Europeia quer que o livre comércio seja mais justo para todos e apresentou uma nova estratégia, a cargo do primeiro vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária, destacamos o facto da Hungria e da Eslováquia continuarem fortemente contra o regime de quotas da UE para recolocar refugiados.

O programa foi decidido pela maioria dos governos após a grande onda migratória em 2015, mas estes dois Estados-membros apresentaram as suas razões, quarta-feira, perante o tribunal de justiça da União Europeia.

Para terminar, a eurodeputada do Partido Popular Europeu Mariya Gabriel é o nome que se perfila para nova comissária europeia pela Bulgária.

Existe uma vaga desde que Kristalina Georgieva saiu no final de 2016 para se juntar ao Banco Mundial e a nova comissária poderá ficar com a pasta da Economia Digital.