Última hora

Em leitura:

Donald Trump "interrogou" ex-diretor do FBI


EUA

Donald Trump "interrogou" ex-diretor do FBI

Donald Trump admite ter interpelado o ex-diretor do FBI sobre o conteúdo da investigação à interferência russa nas eleições de Novembro.

Numa entrevista ao canal NBC, o presidente norte-americano, reconheceu ter tentado apurar se também estava sob investigação.

Trump revelou igualmente que teria há algum tempo a intenção de despedir James Comey, classificado como um “fanfarrão”.

Uma informação que contradiz a versão oficial da Casa Branca, segundo a qual Comey teria sido demitido por recomendação do Departamento de Justiça.

“Ele é um fanfarrão. Como toda a gente sabe, o FBI está bastante agitado, independemente de qualquer recomendação para desp edir Comey”, afirmou Trump.

Declarações que fazem aumentar as suspeitas sobre uma possível tentativa de entrave do inquérito.

Uma possibilidade negada, no entanto, pelo diretor interino do FBI, Andrew McCabe, que garantiu a independência da investigação, frente ao Congresso.

“Posso dizer-lhes que tenho a máxima estima pelo diretor Comey e o máximo de respeito pelas suas capacidades e a sua integridade e foi um privilégio e uma honra na minha vida profissional ter trabalhado com ele. Posso dizer-lhe que ele ainda beneficia de um grande apoio dentro do FBI”.

Numa carta conjunta publicada esta quinta-feira, os responsáveis da Justiça de 20 estados norte-americanos denunciam o despedimento do responsável como uma “violação da confiança pública” por parte de Trump, exigindo a criação de uma comissão de investigação independente ao caso da alegada interferência russa.

mundo

Franco vai deixar o Vale dos Caídos