Última hora

Em leitura:

Protestos contra Trump após demitir o diretor FBI


EUA

Protestos contra Trump após demitir o diretor FBI

O ex-diretor do FBI, James Comey, foi visto em McLean, na Virgínia,pela primeira vez desde que foi demitido pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

A demissão de Comey tem provocado reações negativas tanto no campo Democrata como Republicano Entretanto, a porta-voz adjunta da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, declarou que o Governo “encoraja” o FBI a prosseguir as suas investigações, embora considere não ser necessário nomear um procurador do ministério público independente para a investigação russa. Após o encontro do Presidente com o antigo Secretário de Estado dos Estados Unidos, Henry Kissinger, os jornalistas interrogaram Trump sobre a razão do despedimento de Comey. “Por ele não estar a fazer um bom trabalho. É simples, por ele não estar a fazer bem o trabalho,” respondeu Donald Trump Centenas de manifestantes reuniram-se em frente da Casa Branca, quarta-feira, em protesto contra o despedimento do diretor do FBI. “O Partido Republicano precisa, realmente, de começar a colocar o país acima do partido, e revelar a verdade ao povo americano. Nós merecemos saber se o nosso presidente foi eleito devido à influência estrangeira da Rússia,” afirmou uma das manifestantes. Os Democratas acusam Donald Trump de tentar abrandar a investigação disparando sobre o chefe do FBI.