Última hora

Em leitura:

Salvador Sobral reinscreve Portugal no mapa da Eurovisão


Ucrânia

Salvador Sobral reinscreve Portugal no mapa da Eurovisão

Itália e Portugal disputam final da Eurovisão da Canção, em Kiev. Salvador Sobral participa com a música “Amar pelos dois” e rivaliza com o italiano Francesco Gabanni que defende o tema “Occidentali’s karma”, num estilo “electropop” cujo vídeo conta com mais de 110 milhões de visualizações no Youtube.

“A canção fala de um macaco que dança esse é um ângulo irónico. Mas há o segundo ângulo da música. Essa é uma referência à teoria de um famoso cientista, Desmond Morris, que faz uso do termo “macaco nu” para se referir à espécie humana, considerada a versão mais evoluída de macacos “.

“Amar pelos dois”, composta por Luísa Sobral, venceu a 06 de março a final do Festival da Canção, que decorreu no Coliseu dos Recreios em Lisboa e foi disputada por oito canções.

Com este tema, Portugal regressou à Eurovisão, após um ano de ausência, onde se estreou em 1964. A melhor classificação portuguesa no concurso foi um sexto lugar em 1996, com a canção “O meu coração não tem cor”, interpretada por Lúcia Moniz. A última vez que Portugal competiu numa final do Festival Eurovisão da Canção foi em 2010.

Nina Pinto, membro da delegação portuguesa comenta: “Nós nunca ganhamos. Portanto, somos o país mais antigo que nunca ganhou a Eurovisão.Ele sabia tudo isso, é claro, ele tinha que vir!

A final do Festival Eurovisão da Canção é disputada no Centro Internacional de Exposições de Kiev, na Ucrânia, por a participação de 26 países.

Maria Korenyuk, a enviada da Euronews reporta: “Normalmente a previsão torna-se realidade, mas por vezes também se enganam. Por exemplo, no ano passado, disseram que a cantora ucraniana Jamala terminaria em terceiro lugar. “