Última hora

Em leitura:

Novo protesto mortífero na Venezuela


Venezuela

Novo protesto mortífero na Venezuela

A vaga de manifestações contra o governo venezuelano provocou, esta segunda-feira, um 39o morto desde Abril.

Um jovem de 18 anos foi abatido durante uma nova jornada de protestos, batizada de “mobilização contra a ditadura”, que reuniu milhares de apoiantes da oposição em 50 cidades do país.

As manifestações em Palmira, Colon e Barinas, no oeste do país, e Valencia, no norte, foram marcadas ainda por quatro feridos por disparos, dois dos quais polícias.

No total, mais de 79 pessoas terão sido detidas durante a jornada.

Desde o início de Abril que a oposição, que controla o parlamento, exige a convocação de eleições antecipadas, contestando a decisão do presidente Maduro de reformar a Constituição.