This content is not available in your region

Chris Cornell: Um novo suicídio na geração "grunge"?

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Chris Cornell: Um novo suicídio na geração "grunge"?

<p>O “grunge” dos anos noventa perde uma das suas vozes mais carismáticas, após a morte de Chris Cornell aos 52 anos de idade.</p> <p>O vocalista de bandas que acompanharam uma geração, dos Soundgarden aos Audioslave, faleceu ontem em Detroit, durante uma tournée pelos Estados Unidos.</p> <p>Uma <a href="https://www.clickondetroit.com/news/rocker-chris-cornell-has-died-at-age-52-in-detroit">televisão local</a> avança a possibilidade de um suicídio, afirmando que Cornell foi encontrado morto dentro de um quarto de hotel, alegadamente com algo à volta do pescoço.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">BREAKING - 2 SOURCES tell me that <a href="https://twitter.com/hashtag/ChrisCornell?src=hash">#ChrisCornell</a> death appears to be a suicide. Im told that he was found in the bathroom from MGM hotel room</p>— Chuck Jackson (@Local4Chuck) <a href="https://twitter.com/Local4Chuck/status/865132324035362816">May 18, 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Segundo o agente de Cornell, a voz de êxitos como “Black Hole Sun”, terá sido vítima de uma “morte súbita e inesperada”.</p> <p><iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/3mbBbFH9fAg" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p>O porta-voz da polícia de Detroit, Michael Woody, confirmou à agência Associated Press que foi aberta uma investigação à morte do cantor, que inclui a possibilidade de suicídio, embora fale para já de uma análise “básica” dos elementos encontrados junto ao corpo de Cornell, no interior da casa de banho do quarto que ocupava no hotel <span class="caps">MGM</span> Grand Detroit. </p> <p>É esperado que as autoridades de Wayne County se pronunciem, nas próximas horas, sobre a causa da morte de Cornell.</p> <p>Fundados em 1984, os Soundgarden tinham atingido o topo da lista de vendas nos Estados Unidos, 9 anos depois com o álbum “Superunknown”.</p> <p>Em 1997, após a dissolução do grupo, Cornell tinha prosseguido a sua carreira musical com os Audioslave.</p> <p>Os Soundgarden tinham voltado a juntar-se há cinco anos, com o lançamento de um sexto ábum – “King Animal” – e realizavam neste momento uma tournée pelos Estados Unidos.</p> <p><iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/NeBjhpw_Ee0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p> <p>Cornell tinha publicado um último “twit” na quarta-feira, no qual assinalava a sua chegada “à cidade do rock”.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/Detroit?src=hash">#Detroit</a> finally back to Rock City!!!! <a href="https://twitter.com/soundgarden">@soundgarden</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/nomorebullshit?src=hash">#nomorebullshit</a> <a href="https://t.co/BqXx9veFoD">pic.twitter.com/BqXx9veFoD</a></p>— Chris Cornell (@chriscornell) <a href="https://twitter.com/chriscornell/status/864995525686415360">May 18, 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>(Atualizado às 15h24 – hora de Lisboa – com informação da polícia de Detroit e das autoridades de Wayne County)</p>