Última hora

Última hora

Emmanuel Macron preside ao primeiro Conselho de Ministros

Novo Presidente de França pediu solidariedade e confidencialidade ao novo executivo, apelando à cooperação na execução das reformas necessárias no país.

Em leitura:

Emmanuel Macron preside ao primeiro Conselho de Ministros

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia após ter sido revelado, o novo governo de França realizou esta quinta-feira o primeiro conselho de ministros oficial.

A foto de família oficial foi registada em ambiente privado e apenas para fotógrafos selecionados, revelando que o novo executivo liderado por Edouard Philippe e Emmanuel Macron está a tentar gerir a comunicação de forma mais controlada.

Neste primeiro conselho de ministros, o novo Presidente de França apelou à solidariedade e à confidencialidade do novo executivo.

Emmanuel Macron pediu aos ministros para colaboraram num projeto europeu, contribuindo para a execução de reformas eficazes, mesmo as mais difíceis, e para o alcançar de resultados. O Presidente salientou a consciência ecológica que espera ver refletida em todas as decisões governativas.



O executivo vai trabalhar também para tentar garantir em junho uma maioria parlamentar nas legislativas, algo que as sondagens mais recentes dão como provável.

Após esta primeira reunião ministerial, Emmanuel Macron teve uma outra estreia: falar ao telefone com o homólogo russo, Vladimir Putin. Os dois chefes de Estado terão conversado sobre uma possível colaboração para resolver o conflito no leste da Ucrânia e também sobre a situação na Síria.

Para o diretor da agência de sondagens Pollingvox, “no que toca à política externa, o risco para Emmanuel Macron é parecer-se a um ‘novo Tony Blair’ ou seja, ser visto aos olhos dos franceses como muito próximo dos interesses e pontos de vista anglo-saxónicos, em especial dos americanos”. “Muitos franceses estão reticentes com a ideia de um confronto com os russos”, afirmou Jerome Sainte-Marie.