Última hora

Em leitura:

Quadro de Basquiat atinge recorde de 110 milhões de dólares


EUA

Quadro de Basquiat atinge recorde de 110 milhões de dólares

É uma obra sem nome, mas leva a assinatura de Jean-Michel Basquiat, o quadro que foi arrebatado ontem à noite, por um colecionador japonês, em menos de dez minutos, num leilão da Sotheby’s, em Nova Iorque.

“Nós tínhamos a certeza que toda a gente pensava que era uma obra prima. Não havia vozes discordantes no mercado. Mas a este nível as coisas são sensíveis financeiramente, por isso… bom, o recorde anterior era de menos de metade do preço que alcançámos esta noite. Por isso, finalmente, estamos a entrar em território desconhecido”, revela o especialista em arte contemporânea da Sotheby’s, Oliver Barker.

No total, o multimilionário Yusaku Maezawa pagou mais de 110 milhões de dólares para juntar este quadro de Basquiat ao que tinha comprado em 2016 por 57,2 milhões numa venda da Christies.

Um novo record para uma obra do artista, que começou com grafittis nos muros de Nova Iorque, nos anos 80 e faleceu prematuramente há três décadas.

O quadro, de 1,83m por 1,73m, representa uma cabeça negra sobre fundo azul. O colecionador, Yusaku Maezawa, já garantiu que enquanto espera pelo seu museu, está disposto a emprestá-lo a museus no mundo inteiro.

Suécia

Suécia arquiva processo de violação mas Assange ainda não está livre