Última hora

Em leitura:

Rússia condena ataque dos EUA na Síria


Síria

Rússia condena ataque dos EUA na Síria

A Rússia reagiu aos ataques na Síria através do vice ministro dos negócios estrangeiros, Gennady Gatilov, afirmando que violam a soberania síria e que não ajudam ao processo político que visa uma solução para o conflito.

Na quinta feira, a coligação liderada pelos Estados Unidos levou a efeito um ataque no sul do país contra a milícia apoiada pelo governo sírio e que representa uma ameaça para os Estados Unidos e para os combatentes sírios apoiados pelos americanos, segundo estes.


Contudo, Gatilov, que prestou declarações em Genebra, salvaguardou estar a referir-se aos ataques de quarta-feira e que são, segundo ele, “inaceitáveis”.

Os Estados Unidos não reagiram às declarações referentes a este ataque em específico.

Vídeos postos em redes socias esta quinta feira mostram forças governamentais sírias em ataques de mísseis no distrito de Deraa, no sul da Síria.


A cidade de Deraa testemunhou os mais violentos confrontos desde o início da trégua nas zonas de apaziguamento, fixadas por pelo menos seis meses, pela Rússia, Turquia e Irão num memorando de 4 de Maio. A maior área de apaziguamento inclui a província de Adlib e distritos adjacentes às provínicias de Hama, Alepo e Latakia.

As negociações de paz para o conflito de 7 anos continuam em Genebra.

EUA

Condutor de Times Square acusado de homicídio