Última hora

Última hora

Detido suspeito de cumplicidade no assassínio de polícia em Paris

Traços de DNA incriminatórios foram encontrados na arma com que Karim Cheufri matou, a 20 de abril, um agente de autoridade e feriu outros dois e mais um civil antes de ser abatido.

Em leitura:

Detido suspeito de cumplicidade no assassínio de polícia em Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Está a ser investigado e sob custódia das autoridades franceses um homem de 23 anos, cujos traços de DNA foram encontrados na “kalashnikov” usado no ataque há um mês em que foi morto um agente da polícia, de 37 anos. O homem é suspeito de ser cúmplice de Karim Cheurfi, o assassino.

Interpelado na segunda-feira, o suspeito de associação negou conhecer o autor do ataque, mas as pistas encontradas levaram as autoridades a garantir medidas de detenção mais apertadas.

A 20 de abril, Karim Cheurfi investiu armado com uma arma automátiva contra polícias, matou um, feriu outros dois e ainda um civil antes de ser abatido. O ataque foi reivindicado pelo grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico, embora identificando o atacante por outro nome.