Última hora

Em leitura:

Trump renova "compromisso com a paz" na Palestina


Cisjordânia

Trump renova "compromisso com a paz" na Palestina

Ontem em Israel, hoje nos territórios palestinianos, Donald Trump prossegue a sua ronda pelo Médio Oriente com o objetivo de retomar as negociações de paz entre israelitas e palestinianos.

Em Belém, do outro lado do muro de separação israelita, o presidente norte-americano reuniu-se esta manhã com o presidente da autoridade palestiniana Mahmoud Abbas.

“Estou comprometido com o objetivo de alcançar um acordo de paz entre israelitas e palestinianos. Pretendo fazer tudo o possível para ajudá-los a atingir este objetivo. O presidente Abbas garantiu que está pronto a trabalhar para esse objetivo, com boa-fé, e o primeiro-ministro Netanyahu prometeu o mesmo”, afirmou Trump.

Como em Israel, Trump sublinhou o compromisso com o reatar das discussões e o otimismo, segundo ele, face à forma como a luta contra o terrorismo constitui uma prioridade comum para Israel e países árabes.

Abbas recordou, no entanto, que a ocupação e a colonização israelita, assim como o reconhecimento de um estado palestiniano, continuam a ser os temas mais divisivos e para já sem solução.

Mais do que um novo roteiro para a paz, o presidente norte-americano apresenta-se como um facilitador das negociações.

Um objetivo difícil face a um impasse de três anos desde as últimas discussões fracassadas, e três líderes, a começar pelo próprio Trump, fragilizados no seu exercício do poder.

Trump e Abbas condenaram igualmente em uníssono o atentado de ontem em Manchester. “Podia chamar-lhes monstros, mas a partir de agora vou chamar-lhes apenas perdedores, aos responsáveis por estes ataques”, sublinhou Trump.

Bélgica

Eurogrupo não chega a acordo sobre dívida grega