Última hora

Em leitura:

Atentado Manchester: Mais três detidos no âmbito da investigação


Reino Unido

Atentado Manchester: Mais três detidos no âmbito da investigação

O bombista suicida do concerto em Manchester já era conhecido das autoridades e pode não ter agido sozinho. A informação foi avançada pela a ministra britânica do Interior esta quarta-feira. Entretanto, durante a manhã. três indivíduos foram detidos pela polícia no sul da cidade, no âmbito desta investigação.

A ministra Amber Rudd explicou que este “foi um ataque terrível e bárbaro. Fomos informados de que esta é uma operação que ainda está a decorrer, ou seja, a investigação continua a procurar pistas. Até termos a certeza de que não há atividade em torno desta operação, de que está tudo seguro em torno desta operação, é certo que vamos continuar neste estado de alerta elevado “.

Salman Abedi, de 22 anos, terá regressado recentemente da Líbia. Além disso, pode também ter estado na Síria, onde se terá radicalizado.

Entretanto, nas ruas de Manchester, a população tenta regressar à normalidade depois do choque. Jonathan Wharlley, residente na cidade lembra que “não há grandes mudanças para mim. Vivo ao lado da Manchester Arena e ouvi a explosão. Toda esta área tem bastante vigilância. É uma constante para nós”.

O atentado de segunda-feira à noite, no final do concerto de Ariana Grande, matou 22 pessoas e deixou mais de 50 feridas. Há neste momento 20 pessoas hospitalizadas em estado crítico.