This content is not available in your region

Emmanuel Macron quer prolongar estado de emergência pela sexta vez

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Emmanuel Macron quer prolongar estado de emergência pela sexta vez

<p>O novo presidente francês quer voltar a prolongar o estado de emergência no país, em vigor desde os atentados de Novembro de 2015.</p> <p>A proposta de manter o regime de exceção até dia 1 de Novembro, foi discutida durante uma reunião de Emmanuel Macron com o Conselho de Defesa, esta quarta-feira.</p> <p>A medida deverá ser submetida ao parlamento antes do dia 15 de Julho, quando expira a atual prolongação, a par com uma nova lei antiterrorista.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="fr" dir="ltr">En Conseil de défense, Macron annonce une nouvelle loi antiterroriste et la prolongation de l'état d'urgence jusqu'en novembre (communiqué) <a href="https://t.co/UHrr5JC9jH">pic.twitter.com/UHrr5JC9jH</a></p>— Arthur Berdah (@arthurberdah) <a href="https://twitter.com/arthurberdah/status/867306800584024064">May 24, 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Dois dias após o atentado de Manchester, a presidência francesa garante que o estado de emergência não será ilimitado.</p> <p>Macron propõe a criação de um centro de coordenação da luta antiterrorista, sob a alçada do presidente, para poder garantir a segurança do país fora de um estado de emergência.</p> <p>Os meios da polícia e da justiça em casos de terrorismo foram já reforçados oito vezes em menos de três anos em França.</p>