Última hora

Em leitura:

Barack Obama de visita a Berlim


Alemanha

Barack Obama de visita a Berlim

De visita a Berlim, onde participou, esta quinta-feira, de um debate público ao lado da chanceler alemã, Barack Obama deixou uma mensagem de condolências às famílias das vítimas do atentado de Manchester.

O antigo Presidente dos Estados Unidos manifestou-se durante um congresso da igreja evangélica alemã, realizado junto às Portas de Brandemburgo, e que marca os 500 anos da reforma protestante liderada por Martinho Lutero.

“O mundo é um lugar bastante complicado – quando nos apercebemos, por exemplo, da violência que se abateu recentemente sobre Manchester. Enviámos (Obama e Merkel) uma mensagem para Manchester exprimindo a nossa desolação com a perda de vidas e para mostrar a solidariedade com a dor das famílias”, anunciou Obama.

Durante o encontro, quer Obama quer Merkel evitaram tocar em dossiers polémicos relacionados com a política interna norte-americana.

“Estou bastante orgulhoso do trabalho que fiz como Presidente. Quando nos envolvemos na vida pública temos de reconhecer que nunca atingimos o que queremos a 100%. É um empreendimento humano e por isso é, inevitavelmente, imperfeito. O que tentamos fazer é trabalhar com outras pessoas que partilham a mesma visão e valores para tornar as coisas melhores. Sempre percebendo que não seremos perfeitos”, disse o antigo presidente dos Estados Unidos.

Igualmente comovida com o ataque em Manchester, Angela Merkel lembrou a importância de não baixar os braços perante as contrariedades:“Quando comecei a ir à escola ergueu-se o Muro de Berlim. Nesse dia os meus pais ficaram em choque, toda a nossa vida mudou. Muitas pessoas foram gozadas por dizer que o Muro viria abaixo um dia. Não devemos pensar sempre em meses, mas antes em anos.”

Esta foi a primeira visita de Barack Obama à Alemanha desde que deixou a presidência dos Estados Unidos.