Última hora

Em leitura:

Uma pizaria na prisão


EUA

Uma pizaria na prisão

À partida esta parece uma comum pizaria. Mas não. Ela fica localizada no estabelecimento prisional de Cook Country, em Chicago, nos EUA:

“Trata-se de trazer de volta memórias e sentimentos… De quando éramos livre e nos divertíamos, é um reviver desse momento…” – explica Jonathan Scott, que aguarda julgamento sob acusação de assalto à mão armada.

As pizas vendem-nas aos outros detidos, por 7 dólares cada. Com direito a entrega na cela. Na retaguarda têm um chefe de verdade:

“O chefe faz-nos sentir como se tivéssemos um plano para quando sairmos daqui, para que não voltemos a arranjar problemas e não voltarmos para este ambiente”, adianta Shaquille Slater,, um dos reclusos.

O chefe chama-se Bruno Abate tenta mudar vidas através da sua arte:

“Através da comida tento ensinar como mudarem as suas vidas”, adianta o “chefe” Abate.

Algumas vezes as pizas chagam mesmo ao outro lado das grades.

“Através da comida tento ensinar como mudarem as suas vidas”, adianta o “chefe” Abate.

Algumas vezes as pizas chagam mesmo ao outro lado das grades.

Saiba mais:

Itália

Itália: 15 mil plantas de marijuana num terreno municipal