Última hora

Em leitura:

O Fórum Económico de Bruxelas reage à decisão de Trump


Bélgica

O Fórum Económico de Bruxelas reage à decisão de Trump

O provável abandono da parte dos Estados Unidos dos Acordos de Paris dominou o dia no Fórum Económico de Bruxelas.

Os participantes entrevistados pela Euronews criticaram a decisão do presidente Donald Trump e disseram que esta trazia desvantagens para os dois lados do Atlântico.

Alexander Stubb, antigo primeiro-ministro finlandês, disse que o impacto será negativo “a vários níveis”.

“Claro que vai haver consequências”, disse Stubb à Euronews.

“Haverá impactos negativos sobre o clima, sobre a economia a curto prazo no continente europeu e, a longo prazo, no caso dos Estados Unidos. Se for feito um investimento, por exemplo, em carvão, o investidor acabará por perder dinheiro a longo prazo. Pode ser que tenha lucros a curto prazo, mas a evolução será negativa.

Adam Posen, economista no Instituto Peterson, fala em mais um exemplo de hostilidade da parte de Trump em relação à cooperação internacional.

“As consequências desta decisão são parecidas às que enfrentamos nos Estados Unidos, relativamente aos cuidados de saúde”, disse Posen.

“Neste caso, a questão é saber se é pior que ele destrua os acordos desde dentro ou que simplesmente os abandone. Como, nos acordos de Paris, há um interese da parte dos líderes chineses e europeus, penso que as coisas podem acontecer e que é melhor que os Estados Unidos se mantenham à parte, pelo menos de forma temporária em vez de prejudicarem esse acordo, esse sistema.”

O Fórum Económico de Bruxelas é o evento anual mais importante da Comissão Europeia. Este ano, as desigualdades, o futuro da economia dos 27 Estados membros e as migrações dominam o debate.

Filipinas

Tiroteio em complexo turístico deixa pelo menos 25 feridos em Manila