Última hora

Cruz Vermelha exuma corpos de soldados desaparecidos nas Malvinas

Uma equipa da Cruz Vermelha Internacional recolheu mostras de ADN de cerca de 100 pessoas que ainda procuram familiares desaparecidos durante a guerra das Malvinas.

Em leitura:

Cruz Vermelha exuma corpos de soldados desaparecidos nas Malvinas

Tamanho do texto Aa Aa

Este mês vão ser exumados os corpos de soldados argentinos que morreram na guerra das Malvinas e não foram identificados. Um grupo de cientistas forenses está a participar neste processo e a estudar os restos mortais dos militares enterrados em 123 túmulos durante o conflito entre Buenos Aires e Londres em 1982. Calcula-se que na luta por este arquipélago estratégico no sul do Atlântico morreram 255 soldados britânicos e cerca de 650 argentinos.

Uma equipa da Cruz Vermelha Internacional recolheu mostras de ADN de cerca de 100 pessoas que ainda procuram familiares desaparecidos durante esta guerra. Os túmulos vão ser exumados a partir de 19 de junho.
Os trabalhos de identificação voltam a desenterrar a história destas ilhas que a Argentina chama de Malvinas e Inglaterra chama de Faulkland e que continuam a ser um território autónomo, sob proteção da coroa inglesa.