Última hora

Última hora

Concerto sem barreiras na fronteira entre EUA e México

Em leitura:

Concerto sem barreiras na fronteira entre EUA e México

Tamanho do texto Aa Aa

A música quase pode derrubar muros entre os Estados Unidos e o México. Vários artistas alemães e mexicanos responderam, no sábado, ao apelo da orquestra sinfónica de Dresden, ao realizarem um concerto em Tijuana, frente e contra o muro defendido por Donald Trump. Um concerto rejeitado do lado americano por questões de segurança.

Segundo o diretor da orquestra, Markus Rindt, “a primeira ideia era a de realizar um pequeno concerto, tocar apenas uma música junto ao muro, gravar e publicar o vídeo na internet. Mas agora conseguimos reunir cerca de cem artistas neste concerto é fantástico”.

Do outro lado do muro, a música era no entanto outra, com dezenas de manifestantes pró-Trump a gritarem palavras de ordem a favor da extensão da barreira, cujo financiamento foi rejeitado para já pelo congresso norte-americano.

Protestos que não fazem desafinar os músicos alemães:

“A mensagem é não fiquem fechados face às outras pessoas. Mente aberta e fronteiras abertas e coração aberto”, remata o baixista da orquestra de Dresden.