Última hora

Em leitura:

Começou ofensiva para capturar Raqqa ao Daesh


Síria

Começou ofensiva para capturar Raqqa ao Daesh

Começou o assalto à cidade de Raqqa, principal bastião do grupo radical Estado Islâmico na Síria. Um porta-voz da coligação militar liderada pelos Estados Unidos diz que a luta para controlar esta cidade vai ser longa e difícil.

As forças americanas estão a ser apoiadas pelos rebeldes moderados da Coligação Democrática Síria, constituída pelas milícias curdas do YPG e outras forças: “A moral é alta. As nossas tropas estão prontas para implementar o plano militar, em coordenação com os Estados Unidos e com os aliados. Juntos, vamos combater o terrorismo”, disse Talal Sillo, porta-voz das Forças Democráticas Sírias.

A ofensiva começou ao amanhecer, com bombardeamentos aéreos contra vários alvos na parte este da cidade. Segundo a agência ANSA, as bombas terão atingido uma escola e morto plo menos 12 civis.

Esta operação para recapturar a auto-proclamada capital do Daesh na Síria está a espicaçar, em particular, a Turquia, que considera o YPG uma força terrorista. O primeiro-ministro turco, Binali Yldirim, já disse que vai responder a qualquer ameaça à segurança do país.



Itália: Procurador antimáfia diz que "Totó" Riina continua a chefiar Cosa Nostra

Itália

Itália: Procurador antimáfia diz que "Totó" Riina continua a chefiar Cosa Nostra