Última hora

Em leitura:

Opiáceos sintéticos causam muitas das 'overdoses' na Europa


A redação de Bruxelas

Opiáceos sintéticos causam muitas das 'overdoses' na Europa

O aparecimento de opiáceos sintéticos muito potentes, que apresentam “riscos graves para a saúde pública”, é um dos elementos em destaque no relatório anual do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência, divulgado terça-feira.

Mais de 700 pessoas, por mês, morreram por ‘overdose’, em 2015, nos países da União Europeia, na Noruega e na Turquia, representando um aumento de 6% em relação a 2014.

“O recente aumento das mortes relacionadas com drogas, em alguns países, a variedade dessas causas, a evolução do mercado das novas substâncias psicoactivas e dos problemas nas comunidades marginalizadas, bem como os desenvolvimentos recentes nos novos opiáceos sintéticos exigem de todos nós uma maior atenção e cooperação “, disse Alexis Goosdeel, diretor desta agência europeia.

Em Portugal registraram-se 40 mortes por ‘overdose’, em 2015, o segundo ano em que se deu um aumento consecutivo deste tipo de mortalidade, segundo um relatório nacional, apresentado em fevereiro passado.

A redação de Bruxelas

Refugiados: República Checa poderá ser um dos países sancionados