Última hora

Em leitura:

Refugiados: República Checa poderá ser um dos países sancionados


A redação de Bruxelas

Refugiados: República Checa poderá ser um dos países sancionados

A República Checa é um dos países que poderá ser sancionado pela Comissão Europeia por não cumprir o sistema de recolocação de refugiados.

“Vamos dar detalhes acerca da nossa posição sobre a abertura de procedimentos por infração contra os Estados-membros que não acolheram ninguém, ou que não apresentaram uma quota voluntária, ao longo de quase um ano desde que esta decisão foi tomada, em conjunto”, disse o comissário europeu para a Migração, Dimitris Avramopoulos, numa espécie de pré-anúncio do processo a abrir dentro de alguns dias.

Esta foi a reação da Comissão Europeia à decisão, terça-feira, do governo da República Checa de abandonar o sistema de quotas que visa redistribuir 160 mil refugiados.

“O governo aprovou a suspensão da aplicação deste sistema na República Checa devido à deterioração ao nível da segurança e ao mau funcionamento de todo o sistema de recolocação. O governo deu indicações ao Ministério do Interior para pôr término a todas as atividades nessa área. Isto significa que a República Checa deixará de ser candidata a receber migrantes que venham da Grécia e da Itália”, afirmou Milan Chovanec, ministro do Interior checo.

A República Checa deveria receber cerca de 2.600 refugiados, até setembro, mas até ao momento apenas acolheu 12, todos provenientes da Grécia.