Última hora

Em leitura:

May e Macron unidos contra propaganda jihadista


França

May e Macron unidos contra propaganda jihadista

Com os jardins do Palácio do Eliseu como pano de fundo, o presidente francês e a primeira-ministra britânica anunciaram, em Paris, um acordo para reforçar o combate à propaganda jihadista na Internet.

Em conferência de imprensa, Emmanuel Macron e Theresa May mostraram-se, esta terça-feira, alinhados no espírito de resistência e em apertar o cerco à ameaça terrorista.

“Decidimos avançar. Ao longo de vários dias temos vindo a trabalhar juntos num plano de ação bastante concreto. O principal objetivo é fortalecer os compromissos e obrigações dos operadores de Internet para remover conteúdo que promova o ódio e o terrorismo em todos os tipos de meios de comunicação social”, sublinhou o presidente francês.

Quer Macron quer May se mostraram preocupados com a habilidade e capacidade que os jihadistas têm ao dispor para recrutar novos elementos através das redes sociais e da Internet.

“Vamos lançar uma campanha conjunta entre o Reino Unido e França para assegurar que a Internet não pode ser usada como um escape para terroristas e criminosos e para albergar conteúdos de radicalização que conduzem a tanto mal”, acrescentou Theresa May.

No encontro também se falou do “Brexit”, mas a agenda antiterrorista foi o prato forte. Depois da conferência de imprensa, Theresa May e Emmanuel Macron rumaram ao Estádio de Saint Denis para assistir a um jogo amigável entre as seleções de França e Inglaterra. Durante breves instantes homenagearam-se as vítimas dos atentados recentes em Manchester e em Londres.

EUA

Procurador Jeff Sessions nega reunião secreta com embaixador russo