Última hora

Em leitura:

Eleições francesas: Os perdedores


França

Eleições francesas: Os perdedores

Entre os perdedores, houve alguns mais contentes do que outros: Para o principal partido do centro-direita francês, “Les Républicains” (LR), o resultado significa uma melhoria face à situação nas presidenciais, em que François Fillon ficou afastado da segunda volta. O líder do partido, François Baroin, falou em nome daquele que é agora o maior partido da oposição: “Apesar da nossa eliminação na primeira volta das presidenciais, a intensa campanha que desenvolvemos em todos os círculos eleitorais permitiu a constituição de um grupo parlamentar importante para fazer ouvir os nossos compromissos, fazer valer e defender os nossos valores”, declarou o líder do LR.


O grande perdedor é o Partido Socialista (PS), que passa a terceira força política de França, com o resultado mais baixo desde a fundação da Quinta República. Uma derrocada que levou à demissão do primeiro-secretário do partido, Jean-Christophe Cambadélis: “A derrota da esquerda é inevitável e a derrocada do Partido Socialista é cabal”, disse Cambadélis, antes de anunciar a demissão da liderança do partido.


O movimento do esquerdista Jean-Luc Mélenchon, “La France Insoumise” (LFI), é o quarto mais representado. Apesar da quebra em relação às presidenciais, em que quase conseguiu chegar à segunda volta, Mélenchon acredita que os resultados trouxeram boas notícias: “O nosso povo entrou numa espécie de greve geral cívica (referindo-se à abstenção), nestas eleições. Quero dizer ao novo poder que não iremos ceder nem um metro do terreno social sem luta”, disse.


Finalmente, para Marine Le Pen, os resultados são mistos. Por um lado, a líder da Frente Nacional (FN) consegue entrar pela primeira vez para o Palais Bourbon, como deputada. Por outro, mesmo se o número de deputados aumenta em relação à última legislatura, houve uma forte quebra face às presidenciais e a Frente Nacional, que se fica pelo quinto lugar, não consegue um número de deputados suficiente para formar um grupo parlamentar.


Irão

Irão lança mísseis contra posições do EI na Síria