Última hora

Morreu o estudante americano regressado da Coreia do Norte

O estudante americano que esteve detido mais de um ano e meio na Coreia do Norte faleceu esta segunda-feira, em Cicinnati, no Ohio.

Em leitura:

Morreu o estudante americano regressado da Coreia do Norte

Tamanho do texto Aa Aa

O estudante americano que esteve detido mais de um ano e meio na Coreia do Norte faleceu esta segunda-feira, em Cicinnati, no Ohio.

Condenado a 15 anos de trabalhos forçados, Otto Warmbier entrou em coma pouco tempo depois do julgamento.

O jovem, de 22 anos, tinha sido repatriado no domingo e, segundo os médicos, apresentava profundas lesões cerebrais. Os pais acusam o regime de Pyongyang de “maus tratos atrozes e bárbaros” contra o filho que foi detido em janeiro de 2016, quando tentava roubar um cartaz de propaganda.

O presidente, Donald Trump, fez esta declaração pouco tempo depois do anúncio da morte: “Otto Warmbier acabou de falecer. Ele passou um ano e meio na Coreia do Norte onde acontecem coisas ruins, mas, pelo menos, trouxémo-lo para casa para estar com os pais, que ficaram felizes por vê-lo apesar de estar em condições muito difíceis. Mas, ele faleceu há pouco. É um regime brutal, mas poderemos lidar com isso “.

A morte de Otto Warmbier surge num contexto de alta tensão entre Washington e Pyongyang, por causa do programa nuclear que a Coreia do Norte insiste em desenvolver e dos testes de mísseis sucessivos levados a cabo pelo regime norte-coreano.