Última hora

Em leitura:

Identificado o autor da explosão na Estação Central de Bruxelas


Bélgica

Identificado o autor da explosão na Estação Central de Bruxelas

Pregos e latas de gás – eram o conteúdo da mala que explodiu parcialmente na Estação Central de Bruxelas, na terça-feira à noite, sem causar vítimas. O autor da explosão tentou atacar um militar e foi abatido, informou esta quarta-feira a Procuradoria Federal belga.

Tratava-se de um homem de 36 anos, sem ligações ao terrorismo, disse o porta-voz da Procuradoria, Eric Van der Sypt, em conferência de imprensa:

“É evidente que ele queria causar mais danos. Tentou fazer explodir a mala, que se incendiou, houve uma pequena explosão uma primeira vez, afastou-se e a mala explodiu então uma segunda vez – foi uma explosão mais forte, mas os danos poderiam ter sido de facto muito piores”

O agressor era de origem marroquina e habitava desde 2013 em Bruxelas.

As autoridades decidiram manter o nível de alerta de ameaça terrorista em 3, numa escala de 4. O incidente foi classificado pela Procuradoria como “tentativa de assassinato terrorista”.

O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, disse esta quarta-feira que o país “não se vai deixar intimidar pelo terrorismo”:

“Estou muito satisfeito por termos conseguido reabrir a zona aos transportes públicos desde as 8:15 e pela capacidade demonstrada de enfrentar com tranquilidade e lucidez esta ameaça, apostados em defender a nossa liberdade e os nossos valores fundamentais.”

Segundo a Procuradoria, foram feitas buscas no domicílio do suspeito, no bairro de Molenbeek, de onde eram igualmente originários o presumível organizador dos atentados de Paris de novembro de 2015, Abdelhamid Abaaoud, e os irmãos Abdeslam.