Última hora

FARC "completamente desarmadas", garante Santos

O presidente da Colômbia falou ao programa "The Global Conversation" da euronews.

Em leitura:

FARC "completamente desarmadas", garante Santos

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Colômbia garante que os guerrilheiros das FARC estão agora completamente desarmados. Juan Manuel Santos falou numa entrevista exclusiva ao programa “The Global Conversation” da euronews e disse que as FARC deixam, a partir de agora, de existir como grupo armado.

O mesmo anúncio foi feito pela missão colombiana nas Nações Unidas. Termina assim a terceira e última fase do desarmamento dos guerrilheiros.

“100% das armas que estavam na posse das FARC estão agora nas mãos das Nações Unidas. É o fim das FARC. Deixam de existir como grupo de guerrilha, como grupo armado. A partir de agora, tornam-se um partido político, a agir dentro da legalidade”, disse Santos.

O fim deste processo de desarmamento é uma vitória importante para o processo de paz, protagonizado por Santos e pelo chefe dos guerrilheiros, Rodrigo Londoño, conhecido como Timochenko. Um processo que culminou com a assinatura de um acordo, em setembro do ano passado: “Fazer a guerra é fácil e é popular. Fui ministro da defesa, muito eficaz, por isso fui eleito presidente. Fazer a paz significa sentarmo-nos à mesa com os inimigos e fazer concessões, de forma a alcançar essa paz. É algo que não é muito popular ou muito bem aceite”, confessou ainda o presidente colombiano à jornalista Isabelle Kumar.

O acordo assinado no ano passado contou com a oposição do antecessor de Santos, Álvaro Uribe. Com o fim das FARC como grupo armado, chega ao fim o percurso da guerrilha mais antiga de toda a América Latina.

A entrevista à euronews foi dada durante a visita oficial a França, a propósito da celebração do ano franco-colombiano. Santos esteve já com o presidente Emmanuel Macron.