Última hora

Última hora

Roménia tenta novo governo

Mihai Tudose, o ex-ministro da Economia da Roménia, vai tentar formar governo para tirar o país da crise política

Em leitura:

Roménia tenta novo governo

Tamanho do texto Aa Aa

É mais uma tentativa para resolver a profunda crise política em que a Roménia está mergulhada há vários meses.

O presidente, Klaus Iohannis, nomeou esta segunda-feira o ministro da Economia do governo destituído como primeiro-ministro e encarregou-o de formar um novo governo.

O nome de Mihai Tudose foi avançado pelo Partido Social Democrata (PSD) que fez cair o governo de coligação com uma moção de censura.

Para o chefe do Estado é tempo de dizer basta:
“Esta crise política que estamos a atravessar é prejudicial à Roménia, à economia da Roménia e à imagem da Roménia no mundo e, na minha opinião, tem que acabar muito rapidamente”, afirmou Klaus Iohannis.

As lutas internas no seio do partido-social democrata duram desde que entrou em funções o governo de coligação saído das eleições de dezembro passado.

As querelas políticas foram acompanhadas das maiores manifestações de protesto desde 1989. Em fevereiro, milhares de romenos revoltaram-se contra a corrupção que mina a classe política e o país

Os media romenos ironizaram quanto à escolha do Tudose para formar o governo, lembrando que, “segundo as conclusões de uma auditoria do próprio PSD, nenhuma reforma foi realizada pelo ministério da Economia enquanto ele foi ministro”.