Última hora

Última hora

Merkel e casamento gay: "As pessoas devem votar em liberdade"

Chanceler alemã foi convidada por Martin Schulz a levar o tema a votação ao parlamento.

Em leitura:

Merkel e casamento gay: "As pessoas devem votar em liberdade"

Tamanho do texto Aa Aa

A chanceler federal alemã, Angela Merkel, disse que o voto sobre o matrimónio homossexual
não deve estar “condicionado” por cores partidárias e apelou a um voto de consciência.

Martin Schulz, candidato a chanceler pelo SPD (centro-esquerda), desafiou
a democrata-cristã a levar a votação no parlamento o mais depressa possível.

O casamento gay passou assim a ser um tema importante antes das próximas
eleições federais de setembro.

Segundo as sondagens, o legalização do casamento entre homossexuais conta com o apoio da cidadania alemã.

Angela Merkel chegou a posicionar-se contra a legalização, mas afirma ter mudado de ideias depois de ter conhecido um casal homossexual que adotou oito filhos.

Martin Schulz deseja assim aumentar a pressão sobre Merkel que, se vencer, assume o quarto mandato.