Última hora

Em leitura:

Theresa May defende período de transição para o Brexit


Reino Unido

Theresa May defende período de transição para o Brexit

A Grã-Bretanha poderá necessitar de um período para facilitar a saída da União Europeia. No entanto, Theresa May garantiu, no Parlamento do país, que não será uma transição ilimitada.

A primeira-ministra assegurou que as negociações com Bruxelas começaram de modo construtivo e positivo e que o Brexit será uma realidade


“Por razões muito práticas, quando soubermos qual será o futuro relacionamento com a União Europeia, poderemos necessitar de períodos de implementação. Realçámos isso na nossa carta do Artigo 50 para garantir que as disposições práticas possam ser implementadas para esse novo relacionamento. Mas sou muito clara, isto não significa uma fase de transição ilimitada. Nós vamos sair da União Europeia. É isso que as pessoas queriam e é isso que vamos entregar”, afirmou a chefe do Executivo britânico.

Em Londres, milhares de pessoas protestaram contra a proposta do Governo de Theresa May que estipula que, após o Brexit, os cerca de três milhões de cidadãos da União Europeia, que vivem no Reino Unido, terão de se candidatar a um estatuto de permanência especial.