Última hora

Última hora

"Homem-Aranha: O Regresso a Casa" une Marvel e Sony

Em leitura:

"Homem-Aranha: O Regresso a Casa" une Marvel e Sony

Tamanho do texto Aa Aa

Mais uma vez, mas cada vez mais perto das raízes da banda desenhada, o Homem-Aranha mostra o que pode um super-herói quando a Marvel e a Sony se juntam e investem mais de 170 milhões de euros num filme. Uma aliança de rivais em que todos lucram, a começar pelo público.


Tom Holland sucede a Tobey Maguire na arte de lançar teias e ser mais rápido do que apenas duas pernas permitem aos humanos de carne e osso: “Percebi a responsabilidade de ser um modelo para os mais novos. Tobey Maguire foi um óptimo modelo para mim quando miúdo e, portanto, vivo mesmo pelo meu lema: “Com grande poder vem grande responsabilidade”.

Robert Downey Jr é Tony Stark, o novo mentor e verdadeiro Homem de Ferro do actor Tom Holland enquanto Peter Parker ou Spiderman, ele mesmo. A personagem para que Stan Lee, enquanto autor e Steve Ditko, desenhista, construíram uma teia gigantesca de fãs. Vulture, o vilão é Michael Keaton, não tão mau que não se deslumbre com Marisa Tomei como Tia May.

E a notícia vem da boca do vilão, mas é confirmada: críticos e fãs esperam que a Marvel e a Sony lhes dê um regresso a casa em grande, leal em arrebatamento às tirinhas originais.
O filme realizado por Jon Watts lança fios de emoção nos cinemas a partir de 6 de Julho.