Última hora

Em leitura:

Tribunal russo considera cinco homens culpados da morte do opositor Boris Nemtsov


Rússia

Tribunal russo considera cinco homens culpados da morte do opositor Boris Nemtsov

Um tribunal russo condenou, esta quarta-feira, cinco homens acusados de assassinarem Boris Nemtsov, o opositor político do presidente Vladimir Putin.

Nemtsov foi assassinado, em 2015, enquanto passeava numa ponte, com a namorada, em Moscovo.
Aos 55 anos, o político estava a trabalhar num relatório que escrutinava o papel da Rússia no conflito na Ucrânia.

Após um julgamento, que durou oito meses, um júri condenou cinco homens, pelo homicídio, onde se inclui o alegado autor do disparo, um antigo soldado da Chechénia, Zaur Dadayev.