Última hora

Parlamento alemão aprova casamento homossexual

Angela Merkel votou contra.

Em leitura:

Parlamento alemão aprova casamento homossexual

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento alemão aprovou um diploma que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após a chanceler alemã ter abandonado a sua posição de princípio sobre o assunto.

A Alemanha junta-se, assim, aos 20 países ocidentais, 13 na Europa onde se inclui Portugal, que já legalizaram o casamento homossexual.

Angela Merkel votou contra.

“Para mim, o matrimónio protegido pela Constituição significa o casamento entre um homem e uma mulher, por isso, hoje não votei a favor deste projeto-lei”, referiu a chanceler.

O diploma contou com 393 votos a favor dos três partidos de esquerda, representados na câmara baixa do parlamento, além de um grupo de deputados conservadores.

Houve 226 votos contra.


“Não valho menos do que um homem heterossexual, sou igual, e isso tinha de ser finalmente corrigido e foi. Estou muito feliz. Agora se quiser, sei que, num dos países mais democráticos do mundo, tenho finalmente a oportunidade de chamar o meu companheiro de meu marido”, afirma um alemão.

Para entrar em vigor, a nova lei tem, agora, de ser validade pela câmara alta do parlamento. A nova legislação vai permitir, ainda, aos casais do mesmo sexo o direito de adoção.