Última hora

Em leitura:

China celebra Hong Kong em clima de tensão


mundo

China celebra Hong Kong em clima de tensão

À margem de todas as polémicas prosseguem as celebrações do 20º aniversário da transferência de soberania de Hong Kong para a China com o presidente do país a garantir a aplicação do princípio “um país, dois sistemas”, para defender a unidade.

Perante mais de dois mil convidados decorreu a cerimónia de tomada de posse da nova chefe do executivo. Carrie Lam, de 60 anos é a primeira mulher a desempenhar o cargo.

Durante o evento o presidente chinês lançou um aviso:

“Qualquer tentativa que ponha em perigo a soberania e segurança da China, desafie o poder do governo central e a autoridade da Lei Básica desta Região Administrativa Especial, ou utilize Hong Kong para se infiltrar ou sabotar e concretizar ações contra o continente, está a ultrapassar os limites o que é, absolutamente, inadmissível”, afirmou Xi Jinping.

Não muito longe das cerimónias um grupo de manifestantes, pró-democracia e pela libertação dos presos políticos, protestava e entrou em confrontos com a polícia. Pelo menos nove ativistas terão sido detidos.

A região vive momentos complexos. O fosso entre ricos e pobres é enorme. Há perto de um milhão de pessoas na pobreza, o que representa mais de 14 por cento da população, cada vez mais envelhecida.