Última hora

Em leitura:

Estado de emergência em França levantado no outono


França

Estado de emergência em França levantado no outono

França deve levantar o estado de emergência no próximo outono. O anúncio foi feito esta segunda-feira por Emmanuel Macron. O Presidente gaulês convocou para o Palácio de Versailles, às portas de Paris, uma sessão especial das duas câmaras do Parlamento, Senado e Assembleia Nacional. No discurso, Macron prometeu também mudanças profundas no país e reavivar “o desejo de Europa”.

Emmanuel Macron explica que “a construção europeia está hoje, e é preciso dizê-lo e vê-lo, fragilizada pela proliferação burocrática, pelo ceticismo crescente. Eu acredito na Europa, mas não vejo que o ceticismo seja injustificado. É por isso que a nova geração de dirigentes políticos deve retomar o ideal europeu, que na sua essência é político”.

Um desejo aplaudido por muitos, mas parte dos 577 deputados e 348 senadores franceses não marcou presença em Versalhes. Os legisladores do movimento França Insubmissa e do Partido Comunista boicotaram a sessão.
Destaque ainda para uma das proposta de Macron: o presidente francês quer avançar com uma redução do número de senadores e deputados em um terço, para tornar o parlamento mais eficaz.