Última hora

Em leitura:

UNICEF alerta para milhões de crianças deslocadas em África


mundo

UNICEF alerta para milhões de crianças deslocadas em África

Mais de sete milhões de crianças estão deslocadas na África Central e Ocidental devido à violência, à pobreza e às alterações climáticas. O número é avançado num relatório divulgado esta quarta-feira pela UNICEF e corresponde, segundo a agência da ONU, a mais de metade da totalidade dos migrantes na região.

No entanto, a maioria das crianças em questão procura refúgio noutro país africano e apenas uma em cada cinco tenta a perigosa viagem em direção à Europa.

As mudanças climáticas são uma dura realidade em muitas partes do continente africano, onde a subida das temperaturas médias, associada à crescente escassez e irregularidade das chuvas, perturbou a produção de alimentos, alastrou a fome e obrigou agricultores a abandonarem as terras.

As crianças são particularmente afetadas pelas guerras, ao perderem os pais, serem recrutadas como soldados ou obrigadas a fugir da violência.

Na República Centro-Africana, um em cada cinco habitantes foi deslocado pelo conflito entre rebeldes muçulmanos e milícias cristãs que se propaga desde 2013 e, na República Democrática do Congo, só em 2016, a guerra forçou perto de um milhão de pessoas a abandonarem as suas casas.